logo bale na vila roxo preto.png

projeto

Parceria entre o Centro de Estudos do Balé e a

Sala Crisantempo que visa promover com o ensino do balé:

 

- Uma educação sensível e criativa;

 

- Experiências lúdicas em que as crianças possam sentir e perceber seu corpo e movimentos;

- Introdução da Técnica do Balé sem causar danos à postura e à espontaneidade do gesto;

KNY_0254.jpg

Keiny Andrade

O projeto teve início em março de 2018.


Com base em conhecimentos de anatomia e cinesiologia, os professores estimulam o aluno a sentir e perceber seu corpo e movimento, promovendo experiências lúdicas, que possibilitam a descoberta de seus próprios modos de organização do movimento no tempo-espaço. Esse trabalho é indispensável para que a técnica do balé possa ser introduzida sem causar danos à postura e à espontaneidade do gesto.

O Balé na Vila é um projeto de iniciativa privada com responsabilidade social sem fins lucrativos. Fomenta o amplo acesso ao ensino do balé, oferecendo metade de suas vagas para crianças e jovens de escolas públicas. Cada família que tem condições de pagar contribui com o financiamento de bolsas, viabilizando, através de uma construção coletiva, um ensino sem fronteiras.

KNY_0258.jpg

Keiny Andrade

ASPECTOS TRABALHADOS

EM AULA

sensibilização do corpo

Keiny Andrade

EQUIPE

Coordenação Pedagógica:

Zélia Monteiro

Flávia Scheye

Melissa Bamonte

EQUIPE

Keiny Andrade

HORÁRIO

*aulas duas vezes por semana

AULAS ONLINE

PRIEMRIO SEMESTRE DE 2021

🙆‍ Inscrições abertas, início dia 01/03/2021     

🕑CONFIRA OS HORÁRIOS:
4/5 anos quarta 15h
6/7 anos terça 10h30 ou segunda 15h
8/10 anos quinta 10h30 
10/11 anos segunda 16h30 ou terça 17h30
Adolescentes terça 16h30 

*1 hora aula 

💬 O projeto Balé na Vila funciona semestralmente, de março a julho e agosto a dezembro. Pagamento à vista R$900 ou pagamento parcelado, cinco parcelas de R$200, a ser efetuado todo dia 05 de cada mês. 
Dado para transferência: PIX (11) 974611816

Estamos animadas com a possibilidade de transformar e ressignificar esse período de isolamento em dança e poesia e assim instigar a curiosidade das crianças acerca de si mesmas, de seus movimentos e do ambiente em que vivem.

bailarina traco 4.jpg